Utilização da Pasta

Publicado em: 30/08/2016 14:34

Última revisão em: 11/12/2016 01:02

 

Uma das perguntas mais frequentes sobre cidadania italiana é se é possível utilizar os documentos dos parentes que já têm a cidadania Italiana/pasta no consulado para o processo de reconhecimento. Se a pessoa não estiver diretamente na sua linhagem, na maioria das vezes, a resposta é NÃO. Não importa se é tio, prima, primo de quinto grau... o fato do seu parente, independentemente do grau de parentesco, ter reconhecido a cidadania italiana ou ter pasta no consulado não vai te trazer nenhum benefício, nenhuma regalia, e principalmente não vai diminuir o seu tempo de espera pelo processo. A fila vale para todo mundo de forma igual! Porém, em alguns [cada vez mais raros] casos, é possível apenas deixar de apresentar os documentos que já foram apresentados. De certa forma, isso traria um pequeno benefício econômico, pois se não é necessário apresentar as certidões que já foram apresentadas e a pessoa não iria gastar com a emissão delas, selos, carimbos, reconhecimentos de firma e traduções. Porém, a "vantagem" acaba por aqui.

 

Veja onde você se enquadra e veja se é possível utilizar a pasta: PARENTE RECONHECEU A CIDADANIA NO BRASIL E SEU RECONHECIMENTO VAI SER NO BRASIL Para quem tem parentes que reconheceram a cidadania no Brasil, a famosa "pasta" pode conter os documentos em comum entre você e o se parente. Para ter direito a "usar" essa pasta, não basta apenas que você seja parente da pessoa - pode ser necessário uma autorização escrita do seu parente dizendo que você pode usar os documentos da pasta e também que você saiba o número da pasta. Se você não tiver essas duas coisas, pode ser que o Consulado não o autorize a utilizar a pasta. Consulado de São Paulo = Não aceita a utilização das pastas Consulado de Minas Gerais = Não aceita a utilização das pastas Consulado do Rio de Janeiro = Depende do caso Consulado de Curitiba = Aceita (basta apenas informar qual o parente que eles verificam os documentos existentes) Consulado do Recife = Aceita Consulado de Porto Alegre = Sem informação Embaixada em Brasília = Identifique o nome da pessoa que reconheceu a cidadania, do Comuni ou Consulado onde foi reconhecido e o nome do antenato, que a Embaixada irá informar quais os documentos precisa providenciar Obs.: Parente de pessoas que obtiveram o reconhecimento da cidadania italiana em um consulado diferente do qual sairá o seu reconhecimento, deverá apresentar a documentação completa, ou seja, não vai poder utilizar a pasta.

 

PARENTE RECONHECEU A CIDADANIA NA ITÁLIA E VOCÊ VAI NO BRASIL Parentes de pessoas que obtiveram o reconhecimento diretamente na Itália deverão apresentar a documentação completa, não podem utilizar as pastas. EXCEÇÃO: Caso um de seus genitores já tenha sido reconhecido cidadão italiano basta apresentar as certidões transcritas de registro civil italianas desse genitor e as suas. Não será mais necessário os documentos do antenato imigrante italiano até você.