Assessoria x Fazer sozinho

Publicado em: 30/08/2016 14:34

Última revisão em: 06/09/2016 06:38

 

A partir de uma discussão surgida no grupo sobre fazer o processo por conta própria ou com assessoria, foi feito um levantamento de alguns comuni que possam ser eficientes para quem pretende reconhecer a cidadania italiana sem o auxílio de assessores. OBSERVAÇÃO: essas informações vieram a partir de pessoas que iniciaram o processo nesses comuni. É importante levar em consideração que essa é uma discussão sem fim, pois um comune hoje eficiente para nossos interesses, amanhã pode deixar de ser. O contrário também é verdadeiro.

 

Alguns comuni aconselháveis: - Comune de origem do antenato; - Turim; - Savona; - Rovigo; - Grosseto; - Prato; - Cecina (província de Livorno); - Castelraimondo (província de Macerata); - Marino (província de Roma); - Priero (província de Cuneo); - Nucetto (província de Cuneo); - Ceva (província de Cuneo); - Cormano (província de Milão).

 

Comuni não aconselháveis, segue lista abaixo: - Montemiletto (província de Avellino); - Viareggio (província de Lucca); - Orta di Atella (província de Caserta); - Pratola Serra (província de Avellino); - Anguillara Sabazia (província de Roma) - Bassano del Grappa (província de Vicenza); - Pavia; - Vicenza; - Milano; - Bergamo; - Roma; - Verona; - Venezia; - Lucca.